Operação AmazonasPromoção:
Operação AmazonasPromoção:
Sinta-se livre para contactar-nos:
Sem categoria 26.10.2015

Diversos programas de incentivo ao empreendedorismo inovador ou de aceleração estão com inscrições abertas até o fim do ano. Selecionamos alguns que podem interessar aos membros da comunidade Sinapse:

 

Acelera StartUp – inscrições gratuitas até 27/10

Nos dias 16 e 17 de novembro o Comitê Acelera FIESP (CAF), da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo, realiza em São Paulo a 7ª edição de um dos maiores eventos de investimento-anjo da América Latina, o Concurso Acelera Startup – Etapa Capital. Empreendedores com soluções inovadoras terão à sua disposição dois dias de mentoria, networking e investimento para aprimorarem seus projetos ou suas empresas. Inscrições em http://hotsite.fiesp.com.br/acelera/.

 

Natura Campus – Hackaton Ekos – inscrições até 16/11

O programa Natura Campus realiza a 2ª edição do Hackaton Ekos, uma maratona de troca de ideias que visa conectar a natureza e a Amazônia com o dia a dia das pessoas. Serão quatro dias imersos em Belém, por conta da Natura, com troca de conhecimentos, colaboração e oportunidade de networking. Mais informações e inscrições em

http://www.naturacampus.com.br/cs/naturacampus/desafio/hackathon-ekos

 

Innovation Day 3M, Anprotec & Consecti – inscrições até 16/11

A 3M do Brasil busca projetos, processos e produtos inovadores em diversas áreas, desenvolvidos por empresas vinculadas a parques científicos e tecnológicos e incubadoras de empresas associados à Anprotec. Podem participar empresas que desenvolvam projetos e produtos nas seguintes áreas: tecnologias ligadas à sustentabilidade, novos materiais sustentáveis e/ou de fonte renováveis; tecnologias para as áreas de segurança pessoal, viária e controle de acesso; tecnologias transformadoras do modo de vida; nova geração de tecnologias para a área de saúde; e materiais inovadores disruptivos e outras tecnologias formadoras destes. Os projetos escolhidos receberão investimentos da ordem de R$ 140 mil, além de infraestrutura física, metodologia de incubação, oportunidades de mentoria w treinamentos focados na criação de empreendimentos, inspirado no Modelo Coreano de Cultura de Economia Criativa, implantado na Coreia do Sul pelo CCEI Daegu – Centro de Economia Criativa e Inovação. Acesse a chamada: http://www.anprotec.org.br/Relata/SAMSUNG%20ANPROTEC_CHAMADA%20EMPRESAS%202015.pdf e o formulário de inscrição: http://www.fundacity.com/programa-de-promoo-da-economia-criativa-cooperao-samsung-anprotec-ccei/apply/512.

 

Programa de Promoção da Economia Criativa – inscrições até 16 de novembro

Resultado da parceria entre Samsung, Anprotec e CCEI Daegu (Coreia do Sul), o processo tem o objetivo de identificar e oferecer suporte a novos projetos de empreendedorismo em todo o país que busquem criar mudanças positivas na sociedade por meio de soluções nas áreas de educação digital, saúde digital, segurança da informação e mobilidade/soluções de convergência (telefones, tablets e wearable). As propostas submetidas serão avaliadas por uma banca especializada, formada por Samsung, Anprotec e as incubadoras selecionadas. Serão selecionadas até oito empresas, distribuídas entre as diferentes regiões do país. Os projetos escolhidos receberão investimentos da ordem de R$ 140 mil, além de infraestrutura física, metodologia de incubação e oportunidades de mentoria. A fase de incubação tem início em janeiro e dura seis meses. Edital em http://www.anprotec.org.br/Relata/SAMSUNG%20ANPROTEC_CHAMADA%20EMPRESAS%202015.pdf.

 

 

Sem categoria 25.09.2015

A FAPEAM – Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas, promotora do programa de incentivo ao empreendedorismo inovador Sinapse da Inovação, divulgou nesta sexta-feira, 25/09, a lista dos 80 projetos que passam para a última etapa do processo seletivo. O anúncio foi feito após a solenidade de encerramento da Fase 2 e abertura oficial da Fase 3 do programa, no Auditório Nina Lins da Universidade Nilton Lins.

Dos 80 projetos aprovados, 23 são referentes ao setor de Bioeconomia; 16 ao campo da Biotecnologia; 13 se enquadram como projetos de Eletroeletrônica e 12 como iniciativas do setor de Tecnologia da Informação. Estão contemplados, ainda, os setores de Saúde e Bem Estar, com 7 projetos; Novos Materiais com 4; Logística com 3 e Metalmecânico com 2 projetos. A principal instituição de origem dos proponentes é a UFAM – Universidade Federal do Amazonas, de onde são provenientes 19 projetos. Em segundo lugar estão empatados INPA – Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia e UEA – Universidade do Estado do Amazonas, com 6 projetos cada.

Agora, os empreendedores deverão apresentar seus projetos de fomento, detalhando de que forma pretendem aplicar os recursos no desenvolvimento de seu produto ou negócio, caso sejam contemplados ao fim do programa. Após a próxima fase de avaliações, 40 projetos serão contemplados com R$ 50 mil cada em subvenção econômica da FAPEAM, além de capacitações durante seis meses para que as ideias se tornem empresas de sucesso. O resultado final será divulgado no dia 19/11.

Esta é a primeira edição do Sinapse da Inovação no Amazonas. Na primeira fase, o programa recebeu 1188 ideias inovadoras e contabilizou 2461 participantes nas equipes inscritas. Em Santa Catarina, onde o programa foi criado, já foram realizadas cinco operações, das quais resultaram quase 300 startups inovadoras, mais de 1,2 mil empregos diretos gerados e 94 patentes depositadas. A instituição criadora do método Sinapse e responsável pela execução do programa nos dois estados é a Fundação CERTI – Centros de Referência em Tecnologias Inovadoras, de Florianópolis.

Confira aqui a lista dos projetos selecionados para a Fase 3 do Sinapse da Inovação Amazonas.

 

Estatística 80 Selecionadas A4

Sem categoria 11.09.2015

O Google.org está procurando as melhores ideias sobre como a tecnologia pode ampliar a independência das pessoas com deficiência, bem como as oportunidades para elas. Para isso, pretende doar USD 20 milhões como financiamento, e parte desse valor pode ser dado como prêmio às organizações identificadas por meio dessa convocação.

O edital vai impulsionar inovações tecnológicas que tragam mudanças positivas e significativas para pessoas com deficiência. O Google está buscando grandes ideias, com potencial de escala, que apliquem a tecnologia de forma inovadora e eficaz e que tenha uma forte equipe para implantar o projeto.

O programa é focado em organizações sem fins lucrativos e instituições beneficentes públicas.

As inscrições estão abertas até o dia 30 de setembro de 2015.

Para enviar a sua ideia e encontrar mais informações sobre esse edital, acesse: http://get.google.com/disabilitiesimpactchallenge/open-call.html#faqs.

Sem categoria 19.08.2015

Imagine uma escada com altura entre 85cm até 1,40m que pode se transformar em uma plataforma para levar cadeirantes ou pessoas com mobilidade reduzida ao patamar superior. Chamado de escada-elevador, esse projeto criado pela Pró-Acesso Tecnologia Assistiva, de Joinville, recebeu apoio do programa Sinapse da Inovação Santa Catarina em sua quarta operação, em 2014.

O protótipo está em fase final de construção e será montado no auditório da Unisociesc (Sociedade Educacional de Santa Catarina), na unidade Marquês de Olinda, que possui um desnível de 1,10m entre o palco e a plateia.

O idealizador do projeto, Mário Cezar da Silveira, se inspirou em sua filha, que é cadeirante, para criar a escada-elevador. “Carolina, hoje com 28 anos, enfrenta muitas dificuldades, não por suas limitações físicas, mas sim pelas barreiras impostas pela dificuldade no uso dos espaços, principalmente calçadas ruins, edificações e espaços de uso público sem acessibilidade”, conta Mário, que se especializou em Desenho Universal e Acessibilidade.

Sua filha participava do Grupo Segue de Dança Inclusiva, e, quando fazia apresentações com o grupo, esbarrava na falta de acessibilidade dos locais dos espetáculos. “Dançar na cadeira de rodas nunca foi problema. O problema era subir nos palcos para se apresentar, pois o acesso aos mesmos tinha como única opção degraus. Comecei então a buscar alternativas para criar condições de acessibilidade para esses locais”, recorda Mário.

O novo produto é uma escada cujos degraus se alinham de modo horizontal e se transformam em piso para uma plataforma elevatória, quando acionado para uso de cadeirantes ou de pessoas com mobilidade reduzida. A intenção era criar um equipamento híbrido, que pudesse ser utilizado por todos, a fim de ocupar pouco espaço e evitar que ele permanecesse sem uso, já que muitas dessas instalações são utilizadas com pouca freqüência. O número de degraus é definido pela altura a ser vencida, mas no uso como elevador tem a configuração interna mínima de 1,10m x 1,40m, determinada pela ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) para plataformas elevatórias, e ainda será adaptado para espaços com grande fluxo de pessoas.

Após a instalação do protótipo na Unisociesc, serão feitos testes e eventuais adequações. A escada-elevador deve ser comercializada a partir de outubro deste ano e já tem quatro estabelecimentos interessados em implantá-la. “Como o equipamento não tem similares no mercado, está sendo aguardado com bastante expectativa, pois vem atender uma necessidade crescente, impulsionada pelas novas leis vigentes no país, principalmente o Decreto 5296/2004 e a recente Lei 13.146/2015, que obriga todos os espaços públicos e os de uso público, a serem ou se tornarem acessíveis”, diz o criador do projeto.

Além de tornar realidade a ideia de Mário da Silveira, o Sinapse permitiu a criação da empresa Pró-Acesso, que já tem outros dois produtos em criação, uma cadeira de rodas motorizada adaptável às especificidades do usuário, e uma bicicleta adaptável em cadeira de rodas, para possibilitar lazer e passeios ciclísticos a cadeirantes. “Tentávamos viabilizar o projeto e a construção de um protótipo da escada-elevador, mas sempre tivemos muitas barreiras, que iam desde a falta de capital e da dificuldade em conseguir apoio técnico e de assessoria, para resolver os limites da nossa capacidade técnica. O Sinapse, com a verba disponibilizada e com seus parceiros, CERTI e SEBRAE/SC, forneceu todo o suporte que ansiosamente aguardávamos”, afirma.



escada elevador 1escada elevador 2escada elevador 3

Sem categoria 14.08.2015

100openVoltado para empreendedores de destaque oriundos de programas e de competições de startups, o A Movimento 100 Open Startups visa conectar desde empreendedores que ainda estão definindo suas ideias inovadoras, até aqueles que já possuem produtos ou serviços inovadores lançados no mercado, mas que ainda estão em busca de recursos e parcerias para viabilizar o rápido crescimento.

Para participar, o empreendedor deve inscrever sua startup em qualquer um dos Desafios abertos listados pelo Movimento (cada desafio é independente e possui proponentes, avaliadores e bancas específicos), ou ser indicado por algum dos Programas Interconectados, organizados por parceiros nacionais e internacionais do Movimento.

As 100 open startups que forem identificadas a partir dos programas de empreendedorismo interconectados terão a oportunidade de participar como destaque da 8a Open Innovation Week e poderão também integrar as dinâmicas específicas voltadas à interação de startups entre si, com grandes empresas, com investidores e com mídia. Além disso, as startups concorrerem a prêmios como bootcamps no exterior, oportunidades de financiamento e investimento oferecido pelos parceiros.

Mesmo as startups que não chegarem até a etapa final podem se beneficiar do programa através dos feedbacks e avaliações de seus projetos.

Saiba mais em http://www.openstartups.org.br/blog/.

Sem categoria 11.08.2015

Encontram-se abertos os editais “Prêmios Santander Universidades”. São quatro editais que atendem ao público universitário: alunos de graduação e pós graduação, professores e pesquisadores.

Dentre esses editais, há o Prêmio Santander Empreendedorismo, que possui como objetivo o estímulo a estudantes com perfil e atitudes empreendedoras. A premiação concedida a cada um dos cinco melhores projetos será:
– um Certificado de Ouro no valor de R$ 100.000,00;
– uma bolsa de estudos na Babson College, em Boston nos EUA, entregues aos vencedores e professores orientadores;
– mentoria e capacitação desenvolvida pela Endeavor.

Já o Prêmio Santander Ciência e Inovação é focado no público de pesquisadores e docentes e possui como objetivo apoiar e estimular a produção científica, sempre focada em iniciativas inovadoras. O edital premiará cada um dos quatro melhores projetos com um certificado de ouro no valor de R$ 100.000,00.

Para realizar sua inscrição e para outras informações sobre os editais, acesse: https://www.santanderuniversidades.com.br/premios/Paginas/default.aspx

 

Premio Santander

Sem categoria 31.07.2015

Depois de receber a inscrição de 1188 ideias inovadoras, o programa Sinapse da Inovação Amazonas divulgou nesta sexta-feira, 31/07, a lista com as 150 aprovadas para a próxima fase.

Dentre as ideias selecionadas, 28% são referentes ao setor de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC); 17% ao setor de Bioeconomia; 16% de Eletroeletrônica, e 11% se enquadram no setor de Biotecnologia. Estão contemplados, ainda, os setores de Saúde e Bem Estar; Novos Materiais; Metalmecânico; Turismo; Logística; e Energia, Petróleo e Gás.

A qualidade da formação dos proponentes selecionados impressiona: 37% são pós-graduados, cerca de 27% estão cursando o ensino superior, 19% estão cursando a pós-graduação e 13% têm ensino superior completo. As instituições com maior número de ideias selecionadas foram a UFAM, UEA, FUCAPI, SENAI/AM e UNINORTE.

Os autores das ideias selecionadas deverão agora submeter um projeto de empreendimento. Durante essa fase, as equipes terão acesso a capacitações com grandes especialistas acerca de diversos pontos essenciais ao sucesso de uma startup: captação de investimento, desenvolvimento do produto, formação da equipe empreendedora, modelo de negócios, gestão e estratégia empresarial, inovação e tecnologia, dentre outros.

As proposições serão novamente avaliadas e aproximadamente 80 passam à terceira e última etapa, quando os empreendedores precisam enviar um projeto de fomento.

Acesse a lista divulgada e conheça as ideias selecionadas.

 

resultados_selecionadas

Sem categoria 03.07.2015

Avaliações Fase 1As avaliações das 1188 ideias submetidas no Sinapse da Inovação Amazonas começaram nesta semana!

Durante o mês de julho, cada ideia será avaliada por dois especialistas e, no caso de inconsistências nas avaliações, as mesmas serão encaminhadas ainda para um terceiro avaliador que atuará como árbitro.

As ideias estão sendo avaliadas por mais de sessenta especialistas do Amazonas e de Florianópolis, das 10 áreas de atuação do Sinapse da Inovação AM.

Após esse período de avaliações, no dia 31 de julho as 150 melhores ideias serão classificadas para a próxima fase: o Projeto de Empreendimento!

Durante a fase do Projeto de Empreendimento, os proponentes das 150 melhores ideias terão acesso a um material riquíssimo acerca de diversos pontos essenciais à uma startup: captação de investimento, desenvolvimento do produto, formação da equipe empreendedora, modelo de negócios, gestão e estratégia empresarial, inovação e tecnologia, dentre outros.

Sem categoria 15.06.2015

A primeira edição do Sinapse da Inovação Amazonas encerrou seu período de inscrições no último dia 11/06. O programa, promovido pelo Governo do Estado do Amazonas por meio da FAPEAM – Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas, recebeu 1188 ideias inovadoras e contabilizou 2461 participantes nas equipes inscritas. As ideias são provenientes de 14 municípios amazonenses, sendo a maioria da capital Manaus.

Segundo as estatísticas apresentadas pela Fundação CERTI, executora do programa, das quase 1,2 mil ideias submetidas, 34% são referentes ao setor de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC); 13% ao setor de Eletroeletrônica, em segundo lugar, e 12% se enquadram no setor de Saúde e Bem Estar. Os demais setores contemplados são Bioeconomia; Logística; Turismo; Novos Materiais; Energia, Petróleo e Gás; Metalmecânico; e Biotecnologia.

Do total de proponentes inscritos nessa primeira fase, 43% declararam estar cursando o ensino superior, 22% já têm pós-graduação e 16% têm curso superior concluído. Também apresentaram ideias pós-graduandos (9%) e pessoas com formação técnica (5%) e nos níveis médio (4%) e fundamental (1%).

De acordo com o coordenador do programa, Antônio Rogério de Souza, o sucesso desta primeira fase é resultado do alto grau de envolvimento das instituições parceiras. UFAM, UNINORTE, SENAI/AM, UEA e FUCAPI lideram a lista de instituições com o maior número de ideias submetidas.

A avaliação dos projetos inscritos, que ocorre até o dia 24/07, será realizada por especialistas do Amazonas e de Santa Catarina. A expectativa é que 150 propostas passem para a próxima fase do programa, resultado que será anunciado em 31/07. Nesse segundo momento os autores das ideias inovadoras deverão submeter um projeto de empreendimento. As proposições serão novamente avaliadas e aproximadamente 80 aprovados passam à terceira e última fase. Nesta, os empreendedores precisam enviar um projeto de fomento. Ao longo de todo o processo os participantes recebem capacitação para aprimorar seus projetos.

O resultado final será divulgado no dia 19/11. Serão selecionados 40 projetos, que recebem R$ 50 mil cada em subvenção econômica da FAPEAM, além de capacitações durante seis meses para que as ideias se tornem empresas de sucesso.

Esta é a primeira edição do Sinapse da Inovação no Amazonas. Em Santa Catarina, onde o programa foi criado, já foram realizadas cinco operações, das quais resultaram quase 300 startups inovadoras, mais de 1,2 mil empregos diretos gerados e 94 patentes depositadas.

 

Geração de cultura empreendedora

Além de oferecer capacitações e recursos financeiros para empreendedores com ideias inovadoras, o Sinapse da Inovação desenvolveu a Bolsa de Valoração de Ideias (BVI), mecanismos similar a uma bolsa de valores que visa promover a participação de toda a comunidade no programa. Qualquer pessoa, ao se cadastrar na plataforma do Sinapse da Inovação, recebe 20 créditos virtuais que poderão ser aplicados nas ideias de sua preferência. Os cinco melhores investidores irão ganhar cada um 1 iPad e qualquer cidadão amazonense pode participar, até o dia 29/07.

Para mais informações sobre a BVI, clique aqui.

 

resultados_email

Sem categoria 27.05.2015

IMG_2635 IMG_2634Nesta terça-feira, 26/05, foi realizado o evento de divulgação do Sinapse da Inovação na Faculdade Salesiana Dom Bosco. Estiveram presentes cerca de 50 alunos da área de humanas.

Com o objetivo de inspirar os alunos e estimulá-los a empreender, o diretor do Instituto CERTI Amazônia, Marco Antônio Giágio, apresentou o Sinapse da Inovação, ensinou o passo-a-passo para a submissão de uma ideia no portal e tirou dúvidas sobre o programa.